26°C 17°C

São Paulo, SP

26°C 14°C

Curitiba, PR

29°C 21°C

Belo Horizonte, MG

32°C 22°C

Rio de Janeiro, RJ

30°C 20°C

Porto Alegre, RS

30°C 24°C

Salvador, BA

Terça-feira, 26 de Março de 2019 - 10h07

Alimentação pode ser aliada no controle da ansiedade

Bruna Oliveira

Segundo Rita Maciel, coordenadora de Nutrição do Hospital São Lucas Copacabana, muitas são as formas de tratamento da ansiedade, sendo a alimentação correta uma das maneiras de amenizar os principais sintomas - que incluem preocupação excessiva com detalhes ou situações rotineiras, dificuldade de concentração e problemas para dormir. Alimentos com alta concentração de zinco, como castanha-de-caju, bife de fígado e ovo, vêm sendo relacionados com a diminuição dos sintomas da ansiedade.

 

 

"A vitamina C é conhecida por diminuir a secreção de cortisol, um hormônio que o corpo libera quando entramos em um estado de estresse contínuo. Consumir alimentos ricos nessa vitamina, como laranja, limão, abacaxi, morango, tomate, brócolis e espinafre, beneficia o sistema nervoso e mantém a sensação de relaxamento por mais tempo", explica a nutricionista.

 

 

Já as carnes brancas - como aves e peixe - e vermelhas são boas fontes de triptofano, um tipo de aminoácido que estimula a produção de serotonina, um neurotransmissor que regula os níveis de ansiedade e ajuda a relaxar para dormir. A taurina, outro aminoácido que influencia no controle da ansiedade, também está presente nas carnes.

 

 

Famoso por sua capacidade de trazer a sensação de bem-estar, o chocolate contém flavonoides, que, segundo Rita, também aumentam a produção de serotonina e favorecem o bom humor. Na hora de consumir, a preferência é pelo tipo amargo, que tem mais flavonoides do que a versão ao leite.

 

 

 


publicidade:

publicidade:

publicidade: